RESUMO DO LIVRO: "COMO ORDENAR AS IDEIAS"


No livro “Como Ordenar as Ideias” (da série Princípios, da editora Ática) Boaventura apresenta a necessidade de: ordenar as ideias através de um plano; desenvolver o tema por partes; e concluir em poucas palavras. O pressuposto básico é que expressar bem o pensamento consiste em “saber ordenar as ideias”, e esta ordenação nada mais é que a construção de um plano, e este, por sua vez, através do estabelecimento das divisões. Nas palavras do autor, tudo “estará harmônico e perfeito se houver introdução, desenvolvimento do corpo do assunto e conclusão”. A introdução consiste no anúncio do tema, quando se fornece a ideia geral do assunto, situando na história, na teoria, no espaço e no tempo. A introdução deve motivar para prender a atenção e fornecendo as ideias diretrizes. O corpo da exposição é o desenvolvimento por partes. Deve-se dividir em duas ou três partes, subdividi-las de maneira tradicional e progressiva (titulando cada uma) e desenvolvê-las por oposição ou progressão. Deve-se, ainda, evitar o plano banal que leva à repetição, buscando o equilíbrio e estabelecendo as ligações. Por fim, é proposto um resumo marcante: a conclusão. Os argumentos maciços devem ser resumidos. Em poucas palavras deve-se encerrar, instigar e alargar o tema geral, deixando “algo de pessoal em tudo o que disser”.

Palavras chave: ordenar; ideias; plano.

BOAVENTURA, Edivaldo Machado. Como Ordenar as Ideias. 9ª. Ed. São Paulo: Ática, 2007.